Segue a tua intuição, observa os sinais

Atualizado: 27 de mar.

“Follow your instincts. That's where true wisdom manifests itself.”

Oprah Winfrey


Por vezes a vida dá-nos ensinamentos lindos, sinais guias do nosso caminho, contudo nem sempre estamos abertos a eles, não os vemos, porque vivemos num ciclo de rotinas e automatismos externos e esquecemo-nos de olhar e observar as coisas tal e qual como elas são.


Com o tempo a vida foi-me ensinando a olhar realmente para a coisas, a perceber o verdadeiro significado de observar, de ver, de sentir, de escutar, de perceber os sinais que o universo me dá e que guiam a minha vida. Não ignores esses sinais. Eles são que motores, impulsionadores da nossa intuição. Segue a tua intuição, o teu coração, escuta o teu Eu interior. Ele sabe sempre qual o caminho.


Quando tomares consciência disto, aprende a apreciar realmente o que está à tua volta e que input isso traz para a tua vida, acredita que ela mudará. E quando precisares de respostas lança a questão para universo, pede sinais, conecta-te com a natureza e verás que, se fores um verdadeiro observador, as respostas aparecerão.


Quando te tornas mais observador e atento, aprendes a apreciar momentos do dia com outra visão, outra luz, outra energia. Aprende a apreciar o nascer do sol no início do teu dia, a beleza do por do sol no teu regresso a casa, tenta perceber pequenos acontecimentos da tua vida a que chamas de coincidência…será coincidência? Ou será um sinal para ti? O sinal que tu precisas de observar, de escutar, de aprofundar, de interiorizar! Escuta-o, observa-o, não do deixes passar…


Num mundo cada vez mais tecnológico, deixamos a nossa mente, e mesmo o nosso corpo, ser comandado por fatores externos, esquecemo-nos de pensar por nós próprios, esquecemo-nos que somos os habitantes da nossa própria casa e deixamos que a nossa vida seja guiada por eles.


Não deixes que eles comandem a tua jornada, deixa de ouvir essas vozes externas, sê surdo para aqueles que te tentam ditar o teu caminho, que te impedem de avançar, ouve apenas a tua própria voz.


Assim partilho contigo o que para mim faz sentido. Para me intuir, para me ouvir, eu preciso de criar um cenário propício para isso, a intuição só se manifesta no silêncio, na leveza. Para chegar a ela eu tenho que parar, para me conectar comigo mesma, e onde eu me consigo encontrar verdadeiramente é na natureza, ela reflete e alimenta todas as nossas bases. Por isso tira um tempo para ti, num local onde sentes que te encontras, mesmo que seja na viagem de regresso a cada. Solta a tua mente e deixa simplesmente fluir.




45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo