Agradece, pratica a Gratidão


"You have no cause for anything but gratitude and joy."

Buddha


Quantas vezes no nosso dia a dia paramos para agradecer?

Se pensarmos um pouco, diariamente somos inundados de estímulos e tendemos, quase sempre, a queixarmo-nos das situações menos boas. Contudo, quando esses estímulos são positivos dificilmente agradecemos por isso.


Todos os dias temos imensos motivos para agradecer, mas não treinamos a nossa mente para o fazer, coisas simples como “eu sou grato pela minha saúde”, “eu sou grato por manter o meu emprego”, “eu sou grato por ter força e vitalidade”, "eu sou grato pelo sorriso do meu filho".


Pessoas gratas são muito mais felizes, uma vez que sabem valorizar tudo o que possuem e esta atitude deve-se tornar uma verdadeira filosofia de vida.


Quando passei pela perda de dois bebés, agradecer ou gratidão não faziam parte do meu vocabulário, da minha filosofia. Estava a passar por uma fase de revolta interior e achava que não merecia o que estava a passar. Até que me fui apercebendo que aquela atitude só me estava a tornar uma pessoa deprimida, desagradável e sem grande vontade de viver. Então tentei perceber o que me tinha acontecido, e tentar pensar nas coisas boas que este processo me tinha trazido. Na verdade, apesar de toda a dor, esta vivência trouxe-me momentos de pura alegria, de saber o que era ter um ser a desenvolver-se dentro de mim e sentir a sua presença, permitindo-me crescer como mulher e ser humano. Passei, assim, a agradecer as coisas boas que esta experiência me tinha trazido. Rapidamente me senti mais alegre, mais feliz e com vontade de enfrentar tudo o que viesse pela frente.


Tudo é uma questão de atitude, de perspetiva, de como vemos as coisas...podemos nos deixar levar pela onda da depressão, vitimização e achar que o mundo está contra nós, o que nos levará a estados de doença, ou tentar ver o lado positivo e bom de todo o processo, ser grato pelas oportunidades que as várias vivências me trazem, viver bem com elas, aceitá-las e ser feliz.


Pessoas que expressam a sua gratidão são mais bem humoradas, otimistas, têm maior qualidade de sono, praticam mais exercício físico e têm níveis de stresse mais baixos.


Por isso devemos experimentar:

  • Exercitar a gratidão através de atitudes simples como sorrir. Na Índia chegam a forçar o riso, mesmo sem vontade, só para fazer os"fluidos da felicidade" correr pelo corpo;

  • Fazer elogios;

  • Agradecer elogios recebidos;

  • Viver o momento presente;

  • Demonstrar gratidão por ti mesmo, pelas tuas conquistas;

  • Ver sempre o lado positivo das coisas e perceber o que aquilo me trouxe de bom:

  • Fazer uma lista de agradecimentos e olhar para ela com frequência;

  • Diariamente, seja em meditação ou apenas relaxamento, pensar nos momentos do meu dia e agradecer por eles.


Agradecer não é só dizer "obrigado" mas assumir isso como verdade e fazê-lo com sinceridade, focando a nossa atenção e energia no que há de bom, porque Gratidão gera Gratidão!




80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo